Aprendendo a dar valor…

Desde que voltei para o Brasil, recebi um novo celular da empresa herdado de um ex-colega que já não faz mais parte de nosso quadro de funcionários. Por isso que vira e mexe, ainda recebo ligações que na verdade são dele. Outro dia foi até engraçado: ligaram da portaria do condomínio dele pedindo autorização para liberar a entrada de um cidadão. As vezes fico irritada, mas confesso que algumas chamadas são até engraçadas! E não tem jeito … eu até tenho um celular de uso pessoal, mas as vezes um está fora de área e o pessoal acaba te “achando” no outro. É inevitável… depois de tantos anos, o celular da empresa passa a ser “seu”! Os amigos já nem sabem mais qual é o seu número corporativo e o seu pessoal.

A photo by Cory Schadt. unsplash.com/photos/Hhcn6yy3Uo8

Bom… foi então que essa semana recebi uma mensagem muito triste e fiquei bastante mexida. Era uma mensagem de um cara, que obviamente não conheço, dizendo que após 19 anos na empresa XPTO, ele estava sendo desligado. Era uma mensagem daquelas coletivas, enviada a todos os contatos, super impessoal… e mesmo assim, fiquei abalada. Senti muita pena dessa pessoa. Fiquei imaginando se ele tinha filhos. Como ele ia fazer para pagar a escola das crianças agora? Será que ele vai conseguir levantar um bom fundo de garantia e “segurar as pontas” por um tempo? Várias coisas começaram a passar pela minha cabeça… E eu nem conheço esse senhor!

photo-1444653389962-8149286c578a

Pessoal, o negócio está muito feio. E a crise não é só aqui. Ouço falar de gente no exterior que está enfrentando um perrengue parecido. Gente com experiência. Gente do bem. Todo mundo saindo do mercado de trabalho. Tenho uma grande amiga que perdeu o seu emprego após 10 anos de empresa. Ela entrou através de um seleto processo de trainee como HIGH POTENTIAL e ali ficou. Por anos à fio. Gente … ela é o máximo! Estudamos juntas. Posso afirmar: ELA É O MÁXIMO!!! Super competente, poliglota, desenvolta. Profissional exemplar… para vocês verem. O facão tá pegando todo mundo. Nem sempre importa a questão da performance. O buraco é mais embaixo…

Um dia saímos para conversar e ela me contou que o primeiro sentimento que teve ao ser dispensada, foi de impotência. Em seguida, o sentimento de traição. Afinal… foram 10 anos! Depois veio a tristeza… e por fim: vamos a luta! Graças a Deus hoje ela está super bem… conseguiu dar a volta por cima relativamente rápido e já engatou um doutorado lá na França! Não disse que ela era o máximo??!!! Mas cada um tem o seu tempo … tem gente que só sabe fazer uma determinada coisa e acaba não tendo muito para onde correr.

Lembro do meu pai. Depois de muitos anos de empresa, foi convidado a se retirar! Com três filhos em colégio particular. Isso nos anos 90. Lembro que ele foi trabalhar de pintor e fazer instalação elétrica de casas residenciais. Tirou uma graninha durante algum tempo até  montar sua própria empresa … no final deu tudo certo! Mas me lembro de momentos de muita tensão em minha família. Não gostaria de ter esse sentimento nunca mais.

photo-1468587236749-eeeab60c928b

Depois que recebi a mensagem desse senhor parei um momento para refletir. E para agradecer, na verdade! Poxa vida … quantas vezes já não reclamei de stress no trabalho, dos malditos feriados que caem no fim de semana… não!!! Parou!! Para quê reclamar desse monte de coisa besta! Menos Dona Mayra! Não vale a pena.

Preciso ser mais grata pelas coisas que tenho. Hoje tenho um emprego! Nada sei sobre o dia de amanhã. Tudo pode acabar como que em um passe de mágica! Portanto, só me resta agradecer! E não só o emprego… mas também, a família que tenho. Meu marido. Que apesar de nossas diferenças, está lá, firme e forte! 18 anos ao meu lado! A minha filha! Que enche a minha alma de amor e alegria! Meus pais que ainda estão vivos e com saúde curtindo as suas netinhas. A casa que tenho, que apesar de não estar decoradinha do meu jeito, tá lá! Ajeitadinha! Mais alguns anos de financiamento e ela vai ser todinha nossa! Minha saúde. Esse corpitcho que um dia ainda vai ter que aguentar um IRONMAN completo! Estamos trabalhando para isso… Meu cachorro… esse safadinho que faz xixi pela casa inteira e me deixa louca! Mas mesmo tomando bronca da mamãe, me enche de lambidas! Me sinto abençoada por essa vida que tenho. E amanhã começa um novo dia! Gratidão!