Vivendo bem gastando menos – Parte 5: As melhores coisas da vida são gratuitas

Oi gente,

Finalmente chegamos ao 5º e último post da série Vivendo Bem Gastando Menos! E nessa reta final vamos falar um pouco sobre os capítulos 6, 11 e 12 do livro da Ruth Soukup “Living Well Spending Less”! Bora lá!

Menos Coisas = Maior Alegria

Gente… é como diz aquele bom e velho ditado: Menos é Mais!

Em tudo na vida né? Para quê complicar se podemos simplificar. Eu costumo aplicar essa técnica em tudo o que faço. Vou dar alguns exemplos para vocês:

  1. Moda: Eu sou daquelas que acorda de manhã e pega a primeira roupa que vê no cabide. Não gosto de ficar pensando muito no que vou vestir, por isso meu armário tem que ser prático.ykq0-7drvmi-brooke-cagle.jpg

No dia à dia: jeans e camiseta. Tem um monte de blusinha transada por aí que veste super bem e dá um look bem despojado. Tenho várias blusinhas estampadas e lisas no armário. Coloque um tênis mais transado e pronto! Adoro comprar na Cantão e na Farm.

No trabalho: Vestidos! Tenho vários deles no armário pois acho que são peças coringas! 2 em 1! Você não precisa pensar na combinação calça + camisa. Coloque um vestido e está pronta. Procure manter no armário peças de cor lisa e corte mais clássico. Assim não tem como errar. Mantenha uns 3 ou 4 sapatos de salto ou sapatilhas de bico fino de cores neutras e pronto: um preto, um bege, um marrom e um azul marinho. Marcas que eu costumo usar: Zara e Les Lis Blanc. Quando vamos aos EUA, aí acabo comprando na White House Black Market ou na Ann Taylor Loft. Fiquem atentos às promoções. No caso de roupa masculina, meu marido costuma usar camisas feitas sob medida ou em lojas como Richards, VR etc. Quando viajamos, fazemos a festa nos Outlets. Preocupe-se com qualidade. Para durar!

Na academia: Bermuda, top e camiseta dryfit. De preferência de cores neutras para facilitar as combinações. Eu até tenho uma ou outra peça estampada, mas não uso muito. Eu penso assim: estou na academia para suar a camisa. Preciso me sentir confortável. A bermuda até o joelho evita que as pernas roçem umas nas outras. E de quebra serve tanto para correr como pedalar. Gosto muito da marca Victoria Van Helf. Camisetas já podem ser Nike, Adidas, Track and Field etc.

b) Cardápio da semana: Para evitar gastos exorbitantes com comida durante a semana, podemos dizer que aqui em casa ficamos literalmente no arroz com feijão! E vamos e venhamos: é uma delícia, vai! Eu não costumo preparar nada muito elaborado de segunda à sexta aqui em casa. Frango grelhado, bife acebolado, macarrão à bolonhesa, sopa de legumes… prático, barato e gostoso.

4r1ypmgo52i-sven-scheuermeier

c)  Cuidados com a casa: É muito importante otimizar os trabalhos domésticos para evitar gastos desnecessários com produtos de limpeza. Vocês viram no post anterior como itens de limpeza podem elevar as contas de supermercado no final do mês. Portanto, aqui vão algumas dicas de como economizar nas atividades domésticas:

Máquina de lavar: Parece bobagem mas a gente acaba economizando muito quando otimizamos o uso da máquina de lavar roupa. É muita água e muita energia elétrica que dispendemos nessa brincadeira. Aqui em casa, “batemos roupa” 4 vezes por semana e dividimos o conteúdo da máquina da seguinte maneira: roupa branca, roupa colorida, roupa de cama e toalhas. Não dá para juntar toalha com roupa de cama pois toalha “solta pêlo”. Peças mais delicadas, lavamos à mão e só centrifugamos depois. A moça que trabalha aqui em casa já conhece bem o esquema e é super ponta firme. De qualquer maneira, é bom monitorar de perto: cabe a nós “patroas”, coordenarmos tudo direitinho para que não haja abusos. Sou chata mesmo! Sei o quanto é difícil ganhar dim dim! 😉

Almoço e janta: A comida do almoço também serve para janta. A economia de gás (e de tempo!) é tremenda.

Agenda de limpeza: É muito importante criar uma rotina de limpeza de maneira bem pensada. Por exemplo: dedique um dia para os quartos, outro para os banheiros, outro para passar roupa e assim por diante. E não perca o foco. Dessa maneira você conseguirá agilizar as atividades domésticas e será muito mais efetiva.

Manutenção: Todo mundo em casa tem que ajudar! Não adianta chegar em casa, tirar o sapato e deixá-lo jogado no meio da sala. Alguém vai ter que tirar ele daí. Todo mundo tem que colaborar assim ninguém sobrecarrega ninguém. otycvjmqatm-jim-digritz.jpg

As melhores coisas da vida são gratuitas

“You aren´t really wealthy until you have something that money can´t buy”. Garth Brooks.

E é bem por aí … só somos verdadeiramente ricos a partir do momento que possuímos algo que o dinheiro não pode comprar. Tem um montão de coisas legais para fazer que simplesmente não custam nada (ou quase nada). Vejam só algumas dicas:

  1. Família: Eu adoro passar o tempo ao lado de meus pais, irmãos, primos e tios.  Acho super agradável. Meu pai é espanhol e nossa família tradicionalmente se reúne aos domingos para fazer paella. Delícia! Cozinhamos todos juntos em casa, eu dou uns beijos gostosos na bochecha da minha sobrinha, tomamos um Licor 43 no final do “expediente”, cochilo no sofá da sala… adoro! E praticamente não custa nada!
  2. Amigos: Quem tem amigos tem tudo! Amigo é aquela família que a gente que escolheu, não é mesmo? São pessoas com as quais nos conectamos devido à pura afinidade. Adoro receber gente em casa… não sou uma cozinheira de mão cheia, mas não importa. Quem quiser aparecer de surpresa lá em casa, faço um macarrão ao sugo como ninguém ! 😉 Pão amanhecido vira torradinha no forno. E se tiver nuggets na geladeira, Mamamia! Quer janta mais gostosa que essa? O importante é juntar a galera. 96dw4pow3qi-ben-duchac.jpg

Existem outras maneiras de você aproveitar o tempo sem gastar dinheiro (ou gastando muito pouco). Aproveite o tempo livre para praticar o seu talento!!! Olha que legal algumas das dicas da autora:

  1. Trabalhos manuais: Se você é daqueles que adora fazer artesanato, junte a filharada e põe a mão na massa. Eu confesso que não sou muito talentosa com artes manuais. No máximo, bordo toalhinhas de ponto cruz! Mas tenho muitas amigas que adoram artes. Para quem tem criança, recomendo que vocês sigam o blog “Tempo Junto”! Eles dão várias dicas bacanas de atividades manuais para fazer com as molecada!
  2. Cozinha: Confesso que eu adoraria aprimorar os meus dotes culinários. Adoro cozinhar! Tudo o que faço fica bem gostoso, modéstia a parte, mas realmente não conheço bem as técnicas de gastronomia. Um dia ainda vou fazer um curso… bom, mas se você é como eu, que gosta de se arriscar na cozinha e tem um bom marido de cobaia, minhas dicas são: compre um dos livros do Jamie Oliver! Ele tem um monte de receita fácil. É só seguir à risca o passo à passo. Outro jeito legal é seguir tutoriais do You tube! Aí você vê com os próprios olhos como é que funciona o negócio e de quebra pode ir colocando pausa no vídeo enquanto se organiza na cozinha. Outro dia minha filha quis fazer uma torta chamada Colibri, que vimos em uma canal Gourmet lá no Mexico! Sucesso! Saiu uma delícia. 13087422_1539951686307538_8434031883628095941_n
  3. Leitura: Vocês me conhecem…Eu AMO ler!!! Posso passar horas lendo um livro deitada de bruços na cama. Às vezes me sento nos bancos da área de lazer de meu condomínio ou clube, frequento cafés… a livraria Cultura tem um café super gostoso e um espaço bem elaborado dedicado à leitura. xzihaa09jcs-alice-hampson
  4. Animais: Se você é um amante de bichos, já arranjei um passeio bom e barato para você! Vá passear no parque com a cachorrada. Leve uma bolinha e fique lá brincando de leva e trás. Os animais se divertem e os donos, muito mais! 😉
  5. Atividade física: Ai que delícia! Ponto alto do meu domingo de manhã é dar uma corridinha. Algumas cidades até fecham alguma ruas para que as pessoas possam praticar atividade física. Aproveite o sol de verão e vá para rua saracutear! 😉
  6. Trabalho voluntário: Ajudar ao próximo sempre nos traz uma paz de espírito sem tamanho, né? Já fiz trabalho voluntário no passado mas confesso que ultimamente estou em dívida. Minha amiga Rachel é a mais engajada na turma quanto o negócio é trabalho voluntário. Ela leva a cachorrinha dela na ATEAC. Lá os cachorros auxiliam na terapia assistida de crianças e adolescentes! Ela adora! 😉 Estou segura de que perto de sua casa existe algum tipo de asilo ou abrigo para crianças carentes onde você ppossa prestar seu apoio.
  7. Brincadeira com os filhos: Minha filha adora cantar e dançar. É super divertido gravar vídeos de nossas performances. Nos sentimos super stars! Alguns dos vídeos a gente até coloca no YouTube… ela adora! E a mamãe também. Olha só esse aqui que fizemos da música Cups de Anna Kendrick!

Fim!!

Pessoal, e aqui acabamos nossa sequência de posts sobre o livro Living Well Spending Less de Ruth Soukup! Espero que tenham gostado do tema assim como eu! Aprendi um monte de coisas novas com esse livro. No fundo, no fundo, todos nós estamos em busca de nossos sonhos, não é mesmo? Só não sabemos como fazer para “chegar lá”! É preciso muita conscientização e disciplina para não cairmos em tentação. A todo momento somos expostos à práticas de consumo desenfreado … precisamos ser fortes! Um vida simples é o que nos traz de fato a felicidade.

Beijos e até o próximo post!

Ma