Todos nós temos as mesmas 24h!

Gente, eu sei que muitos de vocês me acham uma louca varrida! Pode falar a verdade. Não vou me ofender!

E sou mesmo! Sou espalhafatosa, falo alto, caçoo de tudo e de todos, inclusive de mim mesa! E posso falar !? Me divirto! Tenho uma amiga com um perfil parecido. Toda vez que chega um audio dela no WhatsApp, abro na hora!! Certeza que vou “carcar o bico” ! Ela é melhor que qualquer comediante de StandUp Comedy! Tá para nascer alguém mais engraçada que a Dani … tô certa ou errada, Thammy!?

Mas enfim … acho que esse meu jeito de ser só pode ser culpa dos astros! Juro por Deus! Deve ser o meu lado geminiano em ação, sei lá eu!! De qualquer forma… eu sei que não é só isso! Não se trata somente do meu jeito de ser. Mas sim do que faço! Uma amiga um dia me disse, que eu pareço aquele coelhinho da Duracel… o do tamborzinho, sabe?! Aquele cuja bateria não acaba nunca. Faço tanta coisa, mas tanta coisa ao mesmo tempo que não tem como passar despercebido: “Essa aí tem uns parafusos a menos!”

“Miga, sua lôca!” 

Essa é a frase que mais ouço!

Unknown.jpeg

Mas já me acostumei. Vira e mexe alguém me pergunta: “Como é que você consegue? Conciliar carreira, maternidade, casa, marido, supermercado, manicure, triathlon, blog, empregada, jantar, tarefa de casa… e sei lá eu mais o quê?”

Pois é … pensando por esse lado, realmente: minha vida é muito doida! E até pouco tempo atrás, eu não teria uma resposta para vocês. Eu simplesmente ia fazendo as coisas que iam surgindo e sei lá! No fim, de alguma maneira, dava tudo certo.

Bom… mas já que a pergunta não quer calar… eu comecei a construir um mapa mental do que eu faço no meu dia-a-dia para poder “dar conta do recado”. Olha que bacana minha gente! Parei um tempinho para refletir como é que cheguei aqui. Com o meu diplominha de pós-graduação em Gerenciamento de Tempo debaixo do braço. Eu fiz um Check List para vocês! Engraçado né? Mas brincadeiras à parte, a ideia desse post é contar para vocês, 10 coisinhas que faço no meu dia-a-dia, mesmo que de maneira inconsciente, mas que me ajudam MUITO, no gerenciamento do pouco tempo que tenho. Vamos lá?

Check list do hospício da Mazinha

1) Crie processos!

Mecanize sua rotina sempre que possível. Parece uma coisa meio Robocop, mas  juro que não é. Pensa comigo: quando você acorda de manhã, aposto que você levanta, vai ao banheiro, escova os dentes, passa o café e leva a molecada para escola, certo? E essa rotina acontece todo santo dia, de segunda a sexta, certo? E você faz tudinho dentro dos conformes, como manda o figurino, certo? E aposto que não dói nada, né? Pronto! Está aí o exemplo de um processo mecanizado. Essa sua rotina, inclusive acontece em um intervalo de tempo fixo. Vai lá medir e depois me conta! Ou seja: Você já criou uma rotina matinal, game over. Agora faça o mesmo para outras sub-rotinas do seu dia à dia: deixe a roupa do dia seguinte separada dentro do armário, monte a mala da academia na noite anterior, feche a agenda do Outlook das 12h-13h para que nenhum gringo desavisado marque uma call bem na hora do rango… e por ai vai!

jeff-sheldon-3231.jpg

2) Otimize processos!

Uma coisa é criar processos, outra coisa é fazê-los fluir de maneira lógica e tática. A tal da otimização. Eu por exemplo, se piso na academia, já faço de cara pelo menos duas horas de exercício. Sabe por quê? Meu raciocínio é o seguinte: Eu peguei meu carro, dirigi até a academia, troquei de roupa… gasto em média de 40 a 50 min nesse processo! Para garantir o melhor aproveitamento de tempo possível, uma vez que já estou lá, tenho que fazer valer todo esse investimento de tempo que já despendi só na etapa de preparação do treino! Poxa vida, foi quase uma hora nessa brincadeira! É tempo pra caramba! Para quem tem uma rotina de treino de 10 horas semanais, olha que beleza, 20% já está pago só nessa ida à academia! Top, fala a verdade? Isso é otimização. Faça valer todo e cada minuto do seu dia!

E porque é importante criar e otimizar processos? Quando os processos estão bem estabelecidos, você não despende mais tanta energia para executá-los! O negócio sai automático. Aí sobra mais bateria para fazer um monte de outras coisas legais! Não gaste energia à toa.

katarzyna-kos-68212.jpg

3) Foco e disciplina

Quando você se programar para fazer determinada atividade, faça-a. Não deixe que nada e ninguém te tire do foco. Guarde o celular. Nada de bisbilhotar o facebook. Quando a gente tem que fazer alguma atividade que é relativamente chata, a gente vira e mexe tenta dar uma escapadinha, não é mesmo? Pois não faça mais isso. Não se boicote. Lembre-se que você tem mais um trilhão de coisas para fazer e não pode perder tempo com bobagens. A noite você entra nas redes sociais. É difícil eu sei … a carne é fraca. Mas precisamos ter muita disciplina para podermos dar cabo das atividades do dia a dia. Coloque metas. Se dê prazos. E se auto-gerencie. Seja linha dura.

4) Faça o dia render

Gente… eu preciso de pelo menos 8h de sono! Sou super-mega dorminhoca. Mas também… o ser humano que vive nos 220V! Uma hora precisa recarregar as baterias. Infelizmente, durante a semana, fica difícil manter a média das 8h.  Uma parte do meu sono, acabo repondo no fim de semana. Mas o ponto é o seguinte: faça o seu dia render. Já ouviram aquele ditado “Deus ajuda quem cedo madruga”? Em casa, tá todo mundo de pé a partir das 5h30 da manhã. E vai todo mundo para cama as 22h! Já não sei mais o que é uma novela da Globo a mais de 10 anos! Não aguento! Não chego até lá, nem a pau Juvenal! Mas o ponto é o seguinte: eu tenho 16h para fazer tudo o que tenho que fazer! É tempo para caramba! Então, xô preguiça. Levanta aí e chacoalha esse esqueleto.

5) Contrate uma secretária-doméstica

Quando eu brinco que a a secretária é a liga que mantém o meu casamento intacto por 11 anos, ninguém me acredita. Juro por Deus… não vivemos sem a Sued. Ela é meu braço direito, esquerdo, pescoço e sei lá mais o quê. Vem de segunda a sábado. E resolve metade da minha vida. “Dona Mayra, a máquina de lavar pifou. Já fiz três cotações. Me deixa o cheque de 150 reais que chamei o cara para vir arrumar amanhã!“. Sonho de consumo… eu sei. Tirem os olhos gordos de cima da minha Sued, hein? Brincadeiras a parte: se você tem condições, contrate alguém para te ajudar todo Santo Dia! Você estará comprando a sua paz. Believe me. Quando ficamos sem empregada, eu e meu marido parecemos Tom e Jerry. É um “pega pra capar“ que vocês não tem noção! Ao invés de chegar em casa do trabalho e arrumar a cama, aproveite o pouco tempo que te resta para jantar tranquilamente com a família, para conversar sobre o dia de cada um. Tem coisa mais gostosa? Deixe para cozinhar no domingão… sem neuras.

scott-umstattd-89611.jpg

6) Aprenda a dizer não! E dedique tempo aquilo que de fato gera valor. 

Antes de colocar a mão na massa em tudo o que surgir pela frente, pergunte-se: essa atividade irá me gerar valor nesse momento?  Se a resposta for não, não faça. Guarde sua energia para gastar naquilo que de fato vai te gerar valor. Um exemplo? Vamos lá… segundona, 6h00 da manhã, a tropa toda na mesa do café. Momento delicia, família reunida… e de repente, a pia está cheia de pratos sujos. Vou lavar? NÃO!!!! Eu tenho uma pessoa que está contratada para fazer isso de segunda a sábado. Não encosto na louça! A louça será lavada. Period. Prefiro aproveitar o pouco do tempo que ainda me resta para caprichar na maquiagem antes de ir para o trabalho. De domingo, não tem jeito: a louça é minha. Mas nos outros dias, aproveito que tenho ajuda e bola para frente.

7) Não seja “cri cri“

Take it easy. Relax. É tudo o que eu tenho para dizer. Uma pessoa que vive nos 220V, uma hora falha. Acredite em mim. Hoje por exemplo, não tive ânimo para ir na manicure. Minha unha está uma beleza. Mas pergunta se eu estou me descabelando? No way… tô aqui na cama, do lado da minha filhota  e do maridão, comendo umas porcarias e escrevendo esse post para vocês. Tá chovendo lá fora, tô com um pouco de dor de garganta … a última coisa que eu quero é sair debaixo dos lençóis. E é assim que a coisa funciona. Nada de brigar com o marido por qualquer coisa besta. Nada de reclamar da empregada porque ela está com uma pilha de roupas para passar. De buena? Amanhã eu resolvo… mas sem brigar. O diálogo é sempre o melhor meio de comunicação. Paz e amor!

anja-137284.jpg

8) Seja humilde e aceite ajuda

Muita gente reclama da sogra não é mesmo? Mas eu não posso falar um “A“ da minha: ela é um anjo que caiu do céu!! Ela vem duas vezes por semana para levar a minha filha para o inglês, para o canto e o ballet. Catinha e Ângela fazem uma baita de uma maratona no final das tardes de segunda e quarta. Mas se  divertem! Meus pais também me ajudam bastante. Ainda mais agora que meu trabalho é pertinho da cidade onde eles moram. Qualquer dor de barriga e lá vou eu acionar a Central de Apoio Técnico: “Manhêêêê…“

9) Corpo são, mente sã

Faça atividade física!!! Mexa esse esqueleto. Você verá que terá mais disposição para as atividades do dia à dia. Uma vida saudável rege o corpo e a mente. Faça aula de zumba, vá caminhar. Faça uma maratona. O que quer que seja. Procure orientação profissional antes de começar e “soca a bota“! E se alimente bem. Nada de embutidos, industrializados, pacotinhos de sei lá o quê… coma bem! Três porções diárias de fruta. Arroz com feijão. Nada de fazer dieta louca. Essa história de comer só proteína, para mim é a maior roubada. Existem inúmeras teorias nutricionais, mas não tem jeito: nada como um belo prato de arroz, feijão, carne e salada. Bem balanceado. Tem proteína, carboidrato e fibras. Tudo o que você precisa para manter essa sua máquina a todo vapor!

ive-erhard-143833.jpg

10) Seja feliz e seja grato

Viva a vida com alegria. Estampe sempre um sorriso no rosto. Isso é chave! Se algo não anda bem, mude. Faça algo a respeito. Se mexa. Busque a sua felicidade. E acima de tudo. Seja grato. Pelo que você é. Pelo que você construiu. Cada um de nós é único. Agradeça. Eu começo e termino cada um de meus dias, fazendo uma oração. Me sinto renovada quando faço isso.

Conclusão

Gente… é isso aí! E viu … que fique bem claro: não estou aqui para dar lição de moral em ninguém. Cada um de nós tem um estilo de vida diferente. Objetivos e anseios únicos. Fica a critério de cada um avaliar se esse check list serve ou não serve. Uma coisa eu garanto: ele tem me ajudado muito!! Eu sou o tipo de pessoa que quer viver a vida intensamente. Tenho tanta sede de aprender. Esse mundão aí fora é tão vasto. Ainda quero conhecer a China. Fazer um Ironman. Comer grilo. E sei lá… a vida é tão curta!!! Já vivi 35 anos! E o relógio não pára!!! Quero mais é ocupar o meu dia com o máximo de coisas que eu puder! Quando eu morrer, terei tempo suficiente para descansar. Enquanto isso, quero me acabar nessa vida louca e deliciosa que Deus me deu!!!

slava-bowman-161206.jpg

Beijos !!!

Ate o próximo post!!